8.3

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

A Microsoft merece elogios por seu pioneirismo, ao disponibilizar um sistema operacional bom, barato, rápido e eficiente, no momento em que os computadores pessoais surgiram no mercado. Não, não estou falando do Windows pirata, mas do MS-DOS, que foi lançado em 1981 (então chamado de PC-DOS) e permitiu que qualquer idiota conseguisse usar computadores, o que, até então, era coisa de cientista espacial e neurocirurgião (essa é uma piada americana, e já está datada. Dizer que um cara fodão é rocket scientist era engraçado na época da corrida espacial. Hoje em dia, em que a exploração espacial foi entregue às baratas, os rocket scientists são os piores alunos da turma, que não conseguem emprego melhor).

Problemas

Só que havia dois problemas com as versões iniciais do DOS: uma delas era que, para melhor aproveitar a memória, o sistema fazia uma cagada com os bytes, de forma que só era possível usar cerca de 640 kilobytes (10 x 164 bytes) (tá achando que é piada? Veja em Conventional memory, como era a vida dos hackers de antigamente). O segundo era que os arquivos só podiam ter nomes que tivessem 8 caracteres, seguidos de 3 caracteres de extensão - o famoso 8.3 (8.3 filename. Vê se você se anima, e reescreve a merda do artigo da Wikipédia em português).

Como, desde então, a Microsoft se tornou praticamente monopolista, e cada versão nova do seu sistema é uma cópia fajuta do anterior (o departamento de marketing deles dá a isso o nome pomposo de backwards compatibility) em que alguns bugs são corrigidos e outros são gerados, estas duas pragas - o mau gerenciamento da memória e o 8.3 - continuaram sendo problemas por vários anos - até mesmo décadas.

Felizmente, o mau gerenciamento da memória ficou no passado, mas o 8.3 ainda é uma meme persistente no mundo da informática - ainda hoje, vários dispositivos de armanezamento, com CD-ROMs ou pen-drives, ainda são assombrados por esta feature, e usar arquivos com nomes maiores, eventualmente, pode dar problema - tudo porque, no coração de todo Windows Seven existe um PC-DOS 1.1 rodando, tranquilamente esperando sua vez de manifestar algum bug do passado.

Uma das consequências atuais da meme 8.3 é que, raramente, um novo formato de arquivo ganha um nome que não seja um TLA: temos MP3, PNG, FLV, SWF, etc, e só raramente aparece um JPEG, mas que é rapidamente corrompido para JPG.

Ligações externas