Anos 1960

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Esses viados deram o que falar nessa década.

Os anos 1960 foram tempos de muita droga, rock e sexo. Antes dessa década, os jovens não tinham seu espaço e haviam de esperar virarem adultos para "serem alguém". A contracultura veio com tudo e balançou o mundo. Ou seja, se você hoje em dia fica de pau duro ao ver moças na praia seminuas, lembre-se que isso é graças aos anos 60.

Por outro lado, se você é um basement dweller e só consegue ver mulher pelada quando entra em algum site de putaria, isto também se deve aos anos 60: foi no final desta década que foi criada a ARPANET, que, após alguns passos, se transformou na Internet atual.

Precedentes[editar]

Elvis, Little Richard e mais um punhado de cornos haviam, nos anos 50, esquentado o mundo para o que viria na década seguinte. Os mais conservadores ficaram muito intimidados com essa nova juventude e diziam ser "música do diabo" o que eles cantavam. Imagina se eles vissem as músicas de hoje em dia...

A década em si[editar]

Dias de muita loucura no festival de Woodstock.

No início dos anos 60, o rock estava em baixa. Músicos que cantavam mal como Bob Dylan e Joan Baez estavam ressuscitando o folk nos Estados Unidos e Elvis tinha virado um cantor romântico e ator de filmes de quinta categoria. Quando tudo parecia acabado, surgiram os Beach Boys e os Beatles, que abriram as portas pra um monte de artistas sem talento algum, tais como:

  • Rolling Stones
  • The Who
  • Kinks
  • The Animals

No Brasil[editar]

Sua mãe já ficou molhadinha por esse rapaz da foto.

Nacionalmente, foram os anos dos festivais, em que artistas apresentavam músicas melosas para o público e jurados e, então, eram escolhidos os "melhores" em votações. A década de 1960 também marcou o início da carreira de vários artistas de qualidade duvidosa, como:

  • Chico Buarque
  • Caetano Veloso
  • Gilberto Gil
  • Roberto Carlos

Ver também[editar]

Ligações externas[editar]