Club Penguin

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

Club Penguin é um centro de lavagem cerebral infantil das organizações Disney que passa a propaganda subliminar de que Linux - cujo símbolo é um pinguim - é muito melhor que Windows.

Club Penguin é um site para as crianças, e é um site que ganha dinheiro de forma inteligente e perversa: qualquer um pode criar seu pinguim e sair brincando, mas se você tem uma assinatura paga (uma merreca, menos de dez reau por mês) então seu pinguim tem um monte de benefícios que os cannon-fodder não tem.

O site funciona - e ganha dinheiro - por promover encontros de crianças, através de jogos on-line, e por estimular a viadagem: cada criança, independentemente de orientação sexual, é estimulada a decorar seu iglu a vestir seu pinguim com roupas da moda.

As crianças também podem se comunicar, e existem duas formas de comunicação: na forma segura, apenas diálogos prontos são possíveis, e na forma semi-segura, as crianças podem falar a merda que quiserem, mas, se falarem palavrão, tomam um ban.

Nos meses de outubro, o site promove o satanismo, fazendo apologia do Halloween, festa imperialista contrária ao povo brasileiro, que é cristão - como diz o MV-Brasil.

Outro valor imperialista que é ensinado pelo site é o valor do dinheiro. Qualquer coisa que o pinguim faça dá dinheiro, mas é um dinheiro de merda, que compra apenas coisas de merda; o dinheiro de verdade, que compra as coisas legais (legais para uma criança de 6 anos!) só é ganho se registrando e fazendo o idiota pai pagar.

O site tem vários servidores, e, por enquanto, funciona em quatro línguas: inglês, português, espanhol e francês. Os servidores em francês vivem entregues às moscas, porque pinguins vivem na água, e francês tem horror a qualquer coisa que lembre banho.

O site é apenas para crianças, mas, como não existe nenhuma forma de testar, pode ser visitado por pedófilos, então recomenda-se cautela quando o seu pinguim amiguinho convidá-lo para ir na sua casa real jogar um videogame.

Coisas escrotas

O Club Penguin, no início, era livre para todos, mas depois que a Disney comprou, só quem é assinante consegue se divertir. O não-assinante é quase como um IP, é tratado como um merda qualquer. O vídeo de protesto abaixo dá mais detalhes sobre isso:

BALEETED: típico do CensuraTube.

Ligações externas

Ver também