Edição de imagem

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

Edição de imagem é o conjunto de operações usadas para modificar (e, na maioria das vezes, estragar) uma imagem, normalmente um bitmap (imagem formada por pixels).

A edição de imagens é uma porra tão antiga quanto a própria existência de imagens: até no Antigo Egito os faraós já faziam isso, alterando as imagens que os faraós anteriores tinham desenhado de forma que parecesse que eles tinham feito tudo, e antes deles era tudo uma merda.

A arte da edição de imagens, antes da era dos computadores, atingiu seu máximo no início do Século XX. Fotos do terremoto de São Francisco de 1905 foram alteradas pela prefeitura de São Francisco para enganar as seguradoras (que pagariam indenizações pelo terremoto, mas não pelo incêndio que se seguiu - ou foi o contrário?). Stalin adorava tirar fotos junto com vários companheiros, e também adorava mandar matá-los, por causa disso as fotos dele com os companheiros iam sendo editadas, e os companheiros mortos iam desaparecendo.

Obviamente, a edição de imagens atingiu um grande nível de sofisticação com a informática, e hoje em dia não tem uma gostosa que apareça em revistas de moda ou de mulher pelada que não sofra acusações de que "até eu, com Photoshop, fico gostosa assim!" - isso dito pelas piores barangas.

Mas os caras também exageram - teve uma modelo que teve seu umbigo suprimido, porque o idiota que editou a imagem achou que era uma mancha na pele. Será que esse idiota vai remover o mamilo achando que é uma espinha?

Mas como este artigo é para amadores e não para profissionais (que muitas vezes deveriam ser descritos como "profiçionaus", de tanta merda que fazem), vamos explicar com exemplos as operações de edição de imagem.

Operações de edição

Cut (cortar)

Cortar é o vandalismo mais simples: marca-se uma área na imagem, e corta-se esta áreas. Sites filhos da puta que praticam a censura (ver, por exemplo, Zimbio) costumam vandalizar as fotos das gostosas usando este método.

Crop (aparar)

Aparar é mais ou menos o contrário de cortar, mas também é destrutivo. Consiste em marcar uma área e jogar fora todo o resto, ficando apenas com esta área.

Paste (colar)

Consiste em pegar uma área de uma imagem, copiar (para a memória) e jogar sobre outra área da mesma imagem ou para outra imagem. Claro, a operação é descrita como Copy and Paste ou Cortar e Colar, mas não faz sentido falar em Colar se nada foi cortado antes, né?

Rotate (rodar) e Mirror (espelhar)

Em sua forma mais simples, rodar é girar a imagem de 90 ou 180 graus, e espelhar é virar a imagem ao contrário como se fosse em um espelho (horizontalmente, transformando o lado esquerdo em direito, ou verticalmente, colocando a imagem de cabeça para baixo). Muitos sites que praticam a pirataria gostam de mostrar a imagem espelhada, para dificultar o reconhecimento pelas ferramentas de busca.

Alguns softwares de edição tem também a opção de rodar a imagem de um ângulo que não é múltiplo de 90 graus, mas o resultado quase sempre é muito ruim. Isso porque cada pixel da origem é transformado em mais de um pixel no destino, causando um certo borramento na imagem.

Uma transformação parecida mas que não dá quase tanta merda é o sheer (ou... ou... ah, sei lá que porra de nome deram para isso), que é pegar uma imagem retangular e transformar em um paralelogramo, deslocando para a direita (ou esquerda) mais as linhas que estão mais baixo na imagem. Esta operação também ferra com a imagem.

Ambox plus.png Este artigo precisa de mais imagens ilustrando cada uma destas operações
Você pode ajudar a Wikinet adicionando mais imagens ilustrando cada uma destas operações.