Esquina das listas

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

Esquina das listas foi o primeiro servidor de mailing lists em português, e, provavelmente, o primeiro servidor de mailing lists do mundo que era aberto a todo mundo. Foi criado em 1994 (ou um pouco antes).

Ou seja, qualquer idiota podia criar a lista que quisesse, sem ter que pertencer a nenhuma máfia ou organização secreta nem dar a bunda para o professor universitário. Sim, porque antigamente, quando a Internet era racionada, era difícil pra caralho montar uma mailing list.

No servidor esquina das listas não era difícil, só exigia algum conhecimento básico de e-mail. Ou seja, criaram-se um porrilhão de listas, algumas interessantes, outras bizarras e a maioria totalmente irrelevante.

Principais listas[editar]

As listas de maior movimento eram as listas informatica-jb, religiao, homossexualismo, futebol, poesia, cinema, amizade, sexo, piadas, informatica, corinthians, internet, vasco, formula-1, espiritismo e rpg. Tirando informatica-jb, criada em 1994, que era a lista do caderno de informática do JB, o resto mostra bem que brasileiro, mesmo a elite (porque naquela época, anos 1990, a Internet ainda era restrita à elite que estava em alguma universidade, no trabalho ou que tinha um caro computador em casa e usava um modem discado para acessar), é um povo muito bundão: das 15 principais listas, 4 eram sobre viadagem ou usadas com esta finalidade (homossexualismo, poesia, cinema e amizade), 4 eram sobre futebol ou algum esporte babaca da moda (futebol, corinthians, vasco e formula-1), 2 eram tomadas por fanáticos religiosos que entravam só para esculhambar a religião alheia (religiao e espiritismo), 2 era usadas por idiotas que não sabiam usar o computador e nem deviam estar usando listas (informatica, internet) e apenas 3 eram usadas para algo útil ou inteligente (sexo, piadas e rpg).

Mas a graça não eram as listas mais movimentadas, eram as listas bizarras. Uma delas, por exemplo, se chamava ofender-uns-aos-outros, e seu único objetivo era ofender aquele que tivesse mandado a mensagem anterior, produzindo diálogos maravilhosos do tipo:

estou procurando algum idiota que queira trocar ofensas comigo para passar o tempo,
que ta a fim me escreva
falou babacas,
Eu !!!!!SEu imbecil , viadinho duma figa!!!!!!Ta querendo um macho pra comer seu cu eh????? Poi comer macho, nao como nao, mas posso socar uma vassoura no seu anus so pra te satisfazer!!!!!!!!

Ou:

So tem bichona nesta porcaria de lista. Vao se fuder todos!!!!!!
Tem umas putas q tambem usam esa porra de lista . Tipo de putas que sao tao nojentas TAO NOJENTAS que so um louco teria vontade de come-las. Acho q pra da o cu elas devem pagar(ao inves de serem pagas).
**FODAM-SE**
Vai a merda antes que eu me esqueca.

Como qualquer idiota podia criar listas, havia listas escritas com a finalidade exclusiva de fazer bullying, como a lista comem-jair (quem seria esse tal Jair?), além de listas criadas para extravasar o ódio, como ofensas-ao-windows95, ofensas-a-campinas, ofensas-ao-windows e ofensas-aos-gauchos. Algumas, porém, eram bem engraçadas, com a lista odeio-windows-mas-sou-obrigado-a-usar.

Funcionamento[editar]

O servidor "Esquina das Listas" era o computador dcc.unicamp.br localizado em Campinas, que, como todo mundo sabe, tirou 2o lugar no campeonato nacional que foi vencido por Pelotas (o que pode explicar a alta quantidade de listas dedicadas ao público homoinformático).

Um dos motivos para o sucesso da esquina das listas foi sua facilidade de uso.

Basicamente, para enviar uma mensagem para qualquer número de listas, bastava enviar uma mensagem ao servidor ([email protected]) em que, na primeira linha, eram ditas as listas-alvo, por exemplo:

submeta religiao, homossexualismo, futebol, ofender-uns-aos-outros

Para receber as mensagens de alguma mailing list, bastava se inscrever, escrevendo na primeira linha:

inscreva super-herois (incluir aqui, opcionalmente, seu e-mail)

O comando para criar uma lista era igualmente simples, o que acabou levando à criação de milhares de listas inúteis e repetidas:

crie ofensas-aos-argentinos

Para parar de receber mensagens de uma lista, bastava mandar calcelar a inscrição:

cancele namoro

Era possível, até mesmo, recuperar mensagens do passado, pedindo para o servidor enviar a mensagem de determinado número:

envie contos-homoeroticos/24

Cancelamento[editar]

Infelizmente (ou felizmente, se você se chama jair) o servidor fechou por volta da virada do milênio (possivelmente em 1998), então hoje em dia só dá para saber as merdas que se falavam pela memória digital.

Depois que os caras cancelaram a porra do servidor, muita gente ficou puta revoltz. Como na época não havia ainda o Twitter, o jeito era xingar por e-mail.

Por exemplo, este site sobre Esperanto mandou os esperantistas xingarem muito por e-mail.

Ver também[editar]

Ligações externas[editar]