Europa

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

Europa pode dizer uma porrada de coisas, mas é óbvio que qualquer possoa normal, quando ouve Europa, vai pensar no continente, e não numa lua de Saturno ou numa das várias piranhas da mitologia grega que deram para Júpiter. [1]

Porque todo europeu é viado.

O que tem de lulz na Europa é que, depois de passar 400 anos metendo no cu do mundo todo, de outros 50 anos em que resolveram se matar, e de mais 50 em que resolveram não mais se matar, mas ficaram brigando por babaquice, [2] eles resolveram que não queriam mais nada disso, queriam viver em paz, curtir a vida sem precisar trabalhar e passar a viver com a grana que acumularam com os 400 anos em que foram os fodões do mundo.

Com isto, os europeus passaram a ser os maiores produtores de putaria do mundo, e praticamente não tem um país de lá que não possa se orgulhar de suas pornstars.

Só que esta alegria durou pouco. É claro, o pessoal não queria mais trabalhar, então inventaram uma porra de moeda única, o Euro, para todo europeu achar que era rico. E começaram a gastar pra caralho.

Resultado: depois que o capitalismo morreu, em 2008, quem se fudeu mesmo não foram os Estados Unidos, que foram quem causou a porra, mas os europeus. E, na Europa, quem mais se fudeu foram os mais pobres e fudidos, ou seja, quem entrou na merda foi a Grécia, em 2010, Portugal, em 2011, e a Espanha, em 2012, e sabe-se lá quem vai se fuder em 2013.[3]

Mas chega de falar do presente de merda da Europa, e vamos lembrar as grandes conquistas que os europeus deram para a Humanidade:

  • foram os europeus que inventaram o gênero de cinema chamado de Sexploitation, que eram histórias cujo único pretexto era mostrar mulher pelada (no seu início, peitos e bunda), lá pelos anos 1960. Este gênero foi o precursor do cinema pornográfico moderno.
  • A Internet que, inicialmente, era uma merda feita para nerds, se tornou acessível ao grande público com a invenção, em 1991, da World Wide Web, porque passou a ser muito simples unir textos falando sobre coisas TL;DR com imagens de mulher pelada.

E, se vamos falar do passado, não custa lembrar do passado remoto e glorioso da Europa:

  • Foi lá que surgiu o Império Romano, um dos impérios mais influentes de todos os tempos, basta lembrar que estas porras de letras que a gente usa foram feitas por eles, além da nossa justiça ser toda baseada neles (inclusive pela quantidade de juízes corruptos). Eles também foram pioneiros na putaria, credita-se a eles a invenção do gênero de pornografia conhecido como DP.[6][7]
  • Não se sabe onde foi inventada a pornografia (porque existem representações pornográficas em qualquer cultura mundial), mas foram os europeus que inventaram a pornografia lésbica. Os gregos antigos atribuíam sua criação a uma poetisa, Safo da ilha de Lesbos. [8]
  • Segundo algumas teorias científicas e algumas teorias porra-loucas, foi na Europa que surgiu o homem branco, quando o Homo sapiens sapiens, negro e vindo da África, estuprou algumas gostosas neandertais, que eram brancas.[9]

Então, antes de sair falando mal dos europeus, pense nas suas contribuições à Humanidade e, para ajudá-los, coma alguma puta europeia, ajudando o continente a recuperar parte da sua riqueza.

Ver também

Referências

  1. Ou será que Europa é uma lua de Júpiter, e a piranha deu para Saturno? Ah, foda-se, procura os artigos de astrologia e mitologia e descobre.
  2. Ou seja, metade era capitalista selvagem, metade comunista.
  3. No momento da composição deste artigo ainda não dava para prever quem seria. Mas dava para prever que alguém mais ainda ia se fuder.
  4. Para ver a relação de causa e efeito entre pornografia e, de modo particular, a Internet ou, de modo geral, o progresso científico, acompanhe os artigos sobre os anos.
  5. Porque, como as pesquisas científicas mostram, usar sutiã causa câncer no seio.
  6. Há controvérsias: segundo alguns autores DVP foi invenção indiana.
  7. Não sabe o que é DP nem DVP? Consulte nosso glossário, Terminologia de sites de putaria.
  8. Mas a palavra lésbica para dizer mulher que transa com mulher provavelmente foi inventada na Ásia.
  9. Teoria científica: foi daí que surgiu a diferenciação caralhal entre negros, brancos e amarelos: quanto maior a distância que o estuprador negro teve que viajar para sair da África, menor o tamanho do seu pau, porque carregar um pau grande é desvantajoso em uma longa viagem. Assim, os homens de pau maior ficaram na África, os homens de pau médio ficaram na Europa, que era logo ali perto, porém os homens de pau minúsculo foram os únicos que conseguiram atravessar toda a Ásia e chegar ao Japão.