Google Girl

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

Google Girl é o nome genérico para depósitos que aparecem vestidas com propaganda do Google, ou cuja imagem foi combinada com alguma merda do Google.

Obviamente, como o Google é americano, e americano não gosta de mulher gostosa, as Google Girls são montagens feitas por fãs do Google e das tais modelos. Com na Interwebz todo mundo copicola de um lugar para o outro, as maioria destas montagens acabam perdendo todos os traços de sua origem, e a gostosa acabava se tornando anônima.

Isto tem que acabar.

A Wikinet, na vanguarda da putaria e em sua missão sagrada de não deixar nenhuma meme sem a correta identificação, restreou cada uma destas Google Girls de forma a identificá-la, identificar que tipo de merda foi feita com a imagem original e dar, ao nosso querido leitor, a oportunidade de procurar direito por imagens das Google GIrls, em que ela esteja nua ou fazendo pornografia.

Google Girl peituda do bikini vermelho[editar]

Parece mesmo com um logo do Google.

Esta montagem foi feita com inspiração nas montagens que o próprio Google faz com seu logotipo, por ocasião de eventos especiais, como olimpíadas, Copa do Mundo e entrega do Oscar. Só que, como americano odeia mulher gostosa, eles sempre fazem montagens toscas, muitas vezes com imagens homoeróticas.

Esta montagem surgiu por volta de 2004, e agora já foi replicada mais de 600 vezes [1] em vários sites, blogs e chans.

O ensaio original era da polonesa naturalmente peituda Bea Flora, em que ela está usando um bikini vermelho. Neste ensaio, provavelmente sua estreia como modelo, [2] ela chega a mostrar os mamilos, que também são enormes, mas sem tirar o bikini.

Google Girl que parece que vai tirar a camisa branca[editar]

Tira ou não tira?

Esta montagem é parecida com a montagem da Firefox Girl, ou seja, é uma suposta gostosa que faz propaganda de um produto de informática. Suposta, aqui, não é porque ela não é gostosa, mas porque ela não fez esta propaganda.

Esta montagem foi feita por um filho da puta, porque ele pegou a imagem original, em que a modelo estava usando uma blusa branca levemente transparente, e modificou o alfa da imagem para ficar opaca. Como só tem filho da puta na Interwebz, esta imagem foi replicada mais 400 vezes.[1]

O ensaio original, possivelmente de 2004, era da modelo americana latina Melissa Puente, como a Cybergirl da Revista Playboy. Ela tira a blusa branca, e depois tira a calcinha. [3]

Google Girl peituda com vestido decotado[editar]

Será que depois de tanto silicone ela ainda tem mamilos?

Nesta montagem, escreveram o nome do Google sobre o vestido da peituda siliconada que estava usando um decote. Esta montagem foi replicada mais de 200 vezes.[1]

O original é da famosa peituda Pamela Anderson, que fez um enorme sucesso nos anos 1990 por causa da serie sem graça Baywatch e depois fez vários filmes onde aparecia pelada e em cenas de sexo simulado. A foto foi tirada em 2001, quando ela ainda tentava fazer sucesso como MILF, em um evento em homenagem a Aretha Franklin.[4]

Ver também[editar]

Referências e ligações para as punhetopédias