Jailbait

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa
Não se deixe enganar: este sorriso inocente esconde intensões diabólicas!

Jailbait, abreviado como /jb/, [1] é a gíria para uma depósito que é underage mas tem corpo, atitudes e se veste como se fosse uma vadia com 18 anos ou mais de idade. Pelo menos é esta babaquice que está na Wikipédia em inglês, [2] e, se a versão em inglês já é uma merda, dá para imaginar como é a versão em português! [3]

A implicação de jailbait, do inglês jail, prisão e bait, isca, é que qualquer homem normal vai ver a /jb/ e vai tentar comê-la, só que, como atualmente quase todos países tem legislações que consideram o sexo com underages como estupro, o cara vai se fuder, vai parar na prisão, e vai ser enrabado pelos seus colegas de merda, porque, pela ética das prisões, estuprador é quem tem que dar o cu para todos outros.

Sentir tesão por uma /jb/ é diferente de sentir tesão por uma adolescente ou mesmo por uma criança, porque, teoricamente, o cara que fica de pau duro para a /jb/ não está vendo uma underage, está vendo uma mulher, ou seja, algo para ser comida.

O que apenas evidencia que o próprio conceito de /jb/ é uma prova de que o mundo atual está doente, porque, se a depósito tem corpo de mulher, pensa como mulher[4] e age como mulher, [5] então, pelo teste do pato, ela é mulher, então o cara não devia se foder por comê-la. Além disso, muitas destas underages tem mais quilômetros de pica do que a mãe ou irmã do cara que a está comendo, mas como ela deu para outros underages, não acontece nada. Mas veremos isto com mais detalhes logo adiante.

Uma jailbait não é o mesmo que uma teen, aliás, os dois conceitos são precisamente o oposto: uma jailbait é uma underage que parece maior de idade, e uma teen é uma maior de idade que se parece underage.

Histórico

Jailbaits vivem se oferecendo para caras mais velhos e com mais dinheiro.

O conceito de /jb/ é uma distorção inventada pelo Complexo Industrial-Militar, a partir de meados do século XX, e que virou uma obsessão doentia a partir dos anos 1980.

Isto porque, historicamente, nunca existiu esta babaquice de adolescente. Uma depósito era criança [6] até menstruar, e a partir de então virava mulher. Se era mulher, e era gostosa, ou se, mesmo sendo feia, tinha alguma posição importante (como sendo princesa ou parente de algum pírocudo importante), sua função social era levar pica e porra na buceta, engravidar e parir filhos. Uma depósito tinha três perspectivas de vida: ou ia ficar parindo até morrer (o que acontecia com muita frequência, morte no parto era uma das maiores causas de morte entre depósitos), ou até ficar estéril ou, nos raros locais onde mulher tinha algum direito, conseguia ganhar autonomia financeira e virava lésbica.

Até o início do século XX, a Humanidade seguia este padrão e todo mundo era feliz, só que, principalmente por causa da Segunda Guerra Mundial, o Complexo Industrial-Militar resolveu que mulher não era apenas depósito de porra, também poderia ser uma força de trabalho e ajudar os ricos a ficarem mais ricos. Então, as escolas para moças, em vez de ensinar coisas úteis, como cuidar da cozinha, passar roupa e ficar quietinha quando o marido ia para a rua pegar putas, passaram a ensinar babaquices como matemática, física, química, ou seja, coisas que um cérebro feminino é incapaz de compreender. Então, o que era perfeitamente normal, que era fazer a depósito de 12 ou 13 anos se casar logo, passou a não ser mais aceitável, e a idade do casamento da depósito foi sendo adiada, criando esta aberração que são as adolescentes depósitos: tem corpo de mulher, estão doidas para dar, mas ficam impedidas de dar livremente.

Uma das formas de tentar os homens mais velhos é fingir que não gostam de homens.

Com a invenção da pílula anticoncepcional nos anos 1960, o Complexo Industrial-Militar conseguiu um dos seus objetivos, que é fazer a depósito vadia poder continuar dando sem engravidar, ou seja, sem perder seu valor econômico. Só que aí foi criado um paradoxo: a pílula era vendida apenas para maiores de 18 anos, mas as depósitos já estavam dando desde os 13, ou seja, eram cinco anos em que as depósitos podiam engravidar e deixar de ser interessantes para o Complexo Industrial-Militar. Foi assim que, a partir desta época, iniciou-se a repressão ao sexo entre homens maiores de 18 anos e as depósitos menores de 18 anos, criando efetivamente o conceito de jailbait.

Obviamente, nem tudo foi perfeito para o Complexo Industrial-Militar, pois ainda não dá para impedir que uma depósito de menos de 18 dê para um pirocudo com menos de 18, só que aí entra o fator puta das depósitos, já que a maioria das depósitos só vão se interessar por quem tem dinheiro ou outros sinais visíveis de riqueza, o que a maioria dos menores de 18 não tem.

Internet

Uma jailbait típica costuma posar mostrando roupas íntimas.

Com a chegada da Internet e, principalmente, da World Wide Web, tornou-se muito comum a postagem de fotos (ou, mais recentemente, vídeos) de underages em poses sensuais ou mesmo com algum grau de nudez. No início, o Complexo Industrial-Militar não viu problema nisto, porque o que acontecia OTI raramente interferia com o que ocorria IRL.

Só que, no final do século XX e início do XXI, a máfia russa e várias outras organizações altruístas passaram a explorar o filão da pr0n com underages. Ora, isto é inaceitável para o Complexo Industrial-Militar, porque, se qualquer um pode fazer download de underages se comendo ou mesmo levando DP, quem vai querer assistir a desfiles de moda, comprar revistas de moda ou assistir a programas de merda como Menina Fantástica, [7] em que o Complexo Industrial-Militar explora menores de idade fazendo jailbait?

Assim, criou-se o conceito de CPfobia, em que qualquer sugestão de nudez com underages, mesmo quando a depósito tem 17 anos e onze meses de idade, é igualado à pornografia infantil, e leva quem produz ou quem consome este material para a cadeia.

A porra é tão paranoica que até sites respeitáveis, como o Reddit, cujo driver de sucesso foi um board [8] de jailbaits, o jailbait subreddit, acabou tendo que fechar este board, inclusive com quebra do anonimato do administrador do board.[9]

Sites de jaibaits

Se resistir a uma jailbait é muito difícil, resistir à duas é humanamente impossível.

Atualmente, quase toda rede social está cheia de imagens de jailbaits, mesmo aquelas mais filha da puta como o Facecancro, que censura até mesmo mulher amamentando.

Outro local onde jailbaits são facilmente encontradas são nos chans, no board /jb/, porque a maioria dos anões acham que tem garantia do anonimato para mandar imagens de /jb/ [10]

Vários blogs de punheteiros também trazem imagens de /jb/, normalmente a justificativa é que o cara "não sabia" que a depósito era underage. Blogs sobre moda trazem as /jb/ na área de "novos talentos" ou "promessas".[11]

Finalmente, existem alguns sites cujo único objetivo é mostrar /jb/s, mas estes sites costumam ter vida curta. O maior inimigo dos sites de /jb/ são os sites produtores e redistribuidores de putaria, pelo mesmo motivo que o Complexo Industrial-Militar reprime /jb/s: os caras vivem de vender ou exibir putaria com maiores de idade, e nada seria mais constrangedor do que descobrir que aquela russa que eles dizem que tem 19 anos de idade tem, na verdade, 15.

Conclusão

Não tem conclusão nenhuma, este artigo foi TL;DR só para dar espaço para encher com imagens de jailbaits. BTW, antes de acusar a Wikinet de ter CP ou outras merdas parecidas, uma breve explicação: todas imagens deste artigo são de sites de putaria, e eles garantem que todas tinham 18 anos ou mais no momento das fotos.

Ver também

Referências

  1. Ou seja, todo chan tem um board de jailbaits, e este board é /jb/
  2. https://en.wikipedia.org/wiki/Jailbait
  3. Não tem Jailbait na Wikipédia em português, pelo menos até Setembro de 2013. Talvez no futuro alguém faça copicola do artigo da Wikinet.
  4. Ou seja: sente interesse pelo cara se, e somente se, ele tem dinheiro
  5. Ou seja: dá para o cara se, e somente se, vê alguma vantagem econômica em dar
  6. Um pirocudo também, mas este é tema de outro artigo.
  7. Os caras do Fantástico tem que ter muita merda na cabeça, em vez de recriar o sensacional programa dos anos 1980, a Garota do Fantástico, criaram esta merda de programa para pedófilo.
  8. Chamado, na linguagem do Reddit, de Subreddit
  9. https://en.wikipedia.org/wiki/Controversial_Reddit_communities
  10. Não tem anonimato, se você acha que tem, leia os artigos IP e CU e veja que você é muito mais vulnerável do que pensa.
  11. Exemplo: no blog For Real Fashion Models as /jb/ estão como "promising talents": http://forrealfashionmodels.wordpress.com/category/promising-fashion-talent/