Miss Bumbum

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

Miss Bumbum http://missbumbumbrasil.com.br é um concurso anual [1] que premia a depósito brasileira que tem a melhor bunda. Ou, pelo menos, em teoria, porque todo mundo sabe que em concursos de beleza raramente os jurados avaliam a bunda das modelos, eles avaliam aquelas que deram a bunda para eles.

A Vice de 2011 com sua namorada de 2013.

Teoricamente criaram este concurso para tentar resgatar uma tradição brasileira, a nostalgia de lembrar uma época em que a mulher brasileira era considerada a detentora das mais belas bundas do mundo. Obviamente, isto valeu enquanto o Brasil era um país onde havia liberdade de expressão, em que bundas eram usadas na propaganda, e não havia nenhum problema em mostrar underages peladas no cinema ou na televisão brasileiros. Mas isto acabou, a partir de meados dos anos 1990 a porra da censura voltou, e a tradição foi destruída. A primeira humilhação, a nível mundial, ocorreu em 2004, quando o título de a bunda mais gostosa da Internet foi dado, pelo judeu Howard Stern, à argentina Keyra Agustina. Mas este não foi ainda o fundo do poço, esta década ainda viu o cenário mundial ser dominado por cinco países, a Inglaterra com as inglesas peitudas, a República Checa com as modelos teen, a Hungria com as pornstars que fazem tudo que é putaria, o Japão com suas AV idols e, finalmente mas não menos importante, a Rússia, que entrou arrebentando, e parece estar destinada a superar todos os outros países.

A Vice e a 3a colocada de 2012 comemorando o resultado (e garantindo que não seriam esquecidas).

Mas, cadê o Brasil? Tirando a tentativa das Brasileirinhas de dar visibilidade ao Brasil, e que foi um fracasso porque quase todas são tão feias e siliconadas que parecem traps, tudo parecia indicar que este país, mais uma vez, ficaria relegado a ser apenas uma nota de rodapé da História.

Foi para tentar recuperar a imagem do país que criaram este concurso.

Só que fizeram tudo errado.

Primeiro, um concurso de Miss Bumbum nunca poderia ter sido organizados por paulistas, e por vários motivos. São Paulo tem uma ideia muito doentia do que é erotismo: basta comparar as pornochanchadas cariocas, em que todo mundo come todo mundo feliz da vida, com as produções da Boca do Lixo paulista, que mostravam as depósitos sendo curradas e nunca dando por vontade própria. Além disso, qual é a praia que as paulistas tem para mostrar sua bunda? Santos? Tá brincando?

Em segundo lugar, que, se é para escolher a depósito de melhor bunda, então o foco da atenção deve ser na bunda. Parece óbvio, mas, para os paulistas do concurso, não é, então quase todas depósitos são putas siliconadas, em que a bunda acaba ficando insignificante diante do peito deformado. Pior: várias delas eram muito mais gostosas e femininas antes do silicone, mas parece que os caras não gostam mesmo de mulher natural.

O concurso é tão medíocre, que acaba que nas duas edições que houve até agora, a depósito que ganhou não se tornou famosa, sendo esquecida um mês depois que saiu a revista em que ela aparecia pelada. As únicas que se tornaram razoavelmente famosas foram as que tiraram segundo lugar, mas não por terem bunda bonita ou corpo bonito, mas por fazerem ensaios lésbicos.

O que poucas pessoas sabem é que o concurso é a plataforma para o empresário paulista Cacau Oliver, especialista em marketing pessoal, ganhar ainda mais dinheiro. Segundo reportagem da revista comunista Carta Capital,[2] ele cobra R$ 5.000 para transformar qualquer vadia em subcelebridade, e gastou R$ 500.000,00 neste concurso. Dinheiro que ele vai recuperar fácil, porque ele cobra 30% do que faturam as putas que assinam com ele.

Anos seguintes[editar]

Nos anos seguintes, o concurso tem "eleito" bundudas cada vez menos expressivas. As duas primeiras de 2013 sumiram, e, possivelmente, quem vai se destacar de 2014 é a quarta coloada. (porra, 2015 já passou. Ninguém vai atualizar esta merda? Alô?)


Referências

  1. Ou não, começou em 2011, teve outro em 2012, e ninguém sabe se vai ter a terceira edição em 2013.
  2. Para quem se preocupa com estas babaquices de Verificabilidade, foi em uma edição do final de 2013, que tem uma depósito fazendo teasing na capa.

Ver também[editar]

O site é tão merda que nem tem as depósitos dos anos anteriores, é preciso recorrer à memória digital e a blogs de punheteiros para ver as candidatas.