Prima

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

Por favor, me ajudem, /b/. Minha prima está prestes a destruir a minha vida.

Eu sou de Santos e vivi com minha família lá até o começo desse ano. Arranjei um emprego em São Paulo e vim viver na casa do meu tio viúvo pela vantagem de não ter que pagar aluguel. Estou aqui já tem oito meses e minha prima, filha única do meu tio e que tem 16 anos, não me deixa em paz. Meu tio é super simpático e gosta muito de mim, nunca reclamou de eu estar morando com ele, me ajudou a conhecer a cidade e me habituar com tudo por aqui no começo. O problema é que ele é um louco brutal quando o assunto é a filha dele e EU VI com meus próprios olhos ele gritar e dar um FODENDO SOCO NA CARA de um coxinha malandrão que veio aqui uma vez pegar minha prima pra levar ela escondida numa festa qualquer. Meu tio viu quando ela foi tentar sair escondida, foi lá gritar com ela e com o coxinha, deu um soco na cara do cara que fez ele CAIR DE JOELHOS e desde então ele vigia minha prima com todo o ódio e fúria.

Já minha prima, com seus dezesseis anos de idade, é uma filha da puta sem limites e uma vadia adolescente que se agarrava em todo tipo de coxinha sujo. Desde que me mudei ela nunca falou comigo direito, sempre tirava sarro da minha cara e me zoava por eu ser falho e tímido. Ela é toda metidinha porque sabe que é linda aos pontos mais extremos (ela é loirinha com cabelos ondulados e compridos, tem olhos verdes, peitinhos que agora começaram a crescer, umas pernas grossas, uma cintura fininha, pele branquinha e o sorriso malicioso mais paudurecente que eu já vi em toda minha vida) e se aproveita disso pra ser uma completa vadia em todo o resto do tempo. Só que desde que meu tio começou a controlar a rotina dela, ou seja, desde que ela não consegue mais se agarrar em pardos sujos em festinhas por aí e tem que ficar morrendo de tédio presa em casa, ela começou a prestar atenção em mim. Nas últimas duas semanas ela ficou jogando indiretas o tempo todo e cinco dias atrás tudo começou a ficar muito sério quando ela entrou no meu quarto enquanto eu estava lurkando no chan e quis sentar no meu colo. Eu mandei ela embora, fapei duramente e tentei limpar minha mente, mas aquilo foi só o começo. Desde então tenho passado por um número de provações sem fim e cada vez mais constantes e agora pouco o estopim disso tudo EXPLODIU.

No dia seguinte ao que ela foi no meu quarto, ela me parou no corredor quando eu estava passando pra ir tomar café da manhã e meteu a mão na minha cueca dando um sorrisão maldoso. Daí ela sussurrou no meu ouvido “vai contar isso pro meu pai também, vai?” e continuou o caminho dela pelo corredor. Depois, naquele mesmo dia, ela entrou no banheiro enquanto eu tava tomando banho e começou a falar coisas sobre querer ficar comigo, que sempre tinha me achado bonito, que o pai dela nunca ia descobrir, que ela sempre notou que eu ficava olhando pra ela e mil caralhas mais enquanto eu fiquei falando pra ela sair da porra do banheiro, o que ela só fez depois de falar muita merda, abrir o box e ficar me encarando pelado e rindo da minha cara. Saí do banho super puto, sem saber o que fazer e tremendo de ansiedade. Então me vesti, fui no quarto dela e briguei com ela, falei pra ela parar de fazer isso, que nós somos primos e que eu respeito muito meu tio, mas ela ficou só rindo da minha cara. Desde então ela só vinha dando sorrisinhos e me provocando de longe, mas hoje ela fez o movimento final dela.

Aqui estava eu, feliz e contente navegando no chan, quando ela entra no meu quarto, fala pra eu ficar quieto se não ela ia começar a gritar e simplesmente tira a roupa e fica PELADA NA MINHA FODENDO FRENTE. Ela disse que era pra nos deixar quites já que ela tinha me visto no banho. Daí eu comecei a mandar ela sair do meu quarto, que meu tio ia chegar e ver e o caralho, mas ela não ligou e começou a se esfregar em mim e beijar meu pescoço. Ela falou que se eu não parar de rejeitar ela, daí sim ela vai contar pro pai dela que eu tentei abusar dela e que beijei ela à força, mas que se eu desencanasse ia manter nosso segredo para sempre. Daí eu comecei a suar pra caralho e continuei dizendo não e ela falou que eu tenho dois dias pra tomar minha decisão porque, quotando ela, “se não eu vou ter uma conversinha com meu pai”.

Ou seja, minha prima vadia jailbat está me chantageando para me usar como um fodendo brinquedo sexual porque ela está com saudades dos caralhos pardos que ela costumava sugar e eu estou na situação mais esmerdalhada possível. Primeiro porque ela é minha prima e eu não quero fornicar com ela, segundo porque ela está me ameaçando, terceiro porque se meu tio descobrir (ou se ela contar qualquer coisa pra ele) eu não duvido que o rage dele seja grande o suficiente para querer ME MATAR.

O que eu faço, /b/? Preciso de ajuda urgente, em dois dias minha prima vai falar um monte de merda inventada pro meu tio e eu vou tomar no cu. Tô pensando até em pedir demissão e voltar pra Santos correndo, mas se ela falar pro meu tio ele vai vir atrás de mim onde quer que eu vá. E se eu realmente fornicar minha prima (estou resistindo o máximo possível para não desistir de me controlar e apenas socar nela) e isso chegar no meu tio, eu vou me foder também.

Me ajudem, me digam formas de convencer minha prima a parar com essa maldade e formas de não ceder à tentação.