Século XIX

De Wikinet
Ir para: navegação, pesquisa

Não preciso explicar que merda foi o Século XIX, não é? Afinal, você não é nenhum idiota.

Como esta merda não é uma wiki generalista, mas uma wiki que procura trollar com a Interwebz, o objetivo deste artigo não é falar do Século XIX, mas do que o século XIX tem a ver com a Internet.

Obviamente, tudo que temos hoje começou no século XIX, mas o mesmo pode ser dito trocando "hoje" por qualquer outra data, e trocando século XIX por qualquer outra data anterior à que foi usada no lugar de hoje. Isso é tão babaca, que os autores de livros de História, quando não tem mais assuntos para escrever, adoram botar estas babaquices. Então, em um livro sobre o Renascimento, se o autor começa a contar a história a partir das Cruzadas, o babaca vai colocar a frase de efeito: O Renascimento teve suas origens nas Cruzadas, porque bla bla bla e segue um texto TL;DR de vinte páginas dizendo o óbvio.

Como a gente não é babaca, vamos pegar do século XIX apenas o que realmente teve um impacto mais duradouro.

Os três sábios[editar]

Era comum, até meados do século XX, dizer que o século XIX foi marcado por três grandes sábios, que mudaram radicalmente a forma da Humanidade ver-se a si mesma, e várias outras merdas parecidas. Estes três sábios foram quase divinizados (um deles chegou mesmo a ser) mas, atualmente, um deles foi derrubado, outro vem sendo severamente criticado e o terceiro ainda tem crédito, mas seu papel vem sendo reavaliado, afinal ele não foi tão pioneiro assim.

Mas chega de babaquice. Vamos a eles.

Karl Marx[editar]

O mais importante dos sábios foi o judeu alemão Karl Marx, que inventou, praticamente sozinho, o Comunismo.

Bem, ainda tem gente que é Marxista, e que diz que o que fizeram depois dele foi merda, mas as suas ideias para estudar História (as porras tipo Luta de Classes ou Mais-Valia) são vistas, por economistas sérios, como babaquices muito ingênuas.

Sigmund Freud[editar]

Hoje em dia a inveja do pênis não faz mais sentido, porque qualquer uma pode comprar um pênis artificial tão bom quanto o original.


O que Marx fez pela História, Sigmund Freud (um judeu austríaco) fez pela Mente, ou seja, se Marx tirou Deus da História, Freud tirou Deus da Mente, tratando os fenômenos da mente como uma merda puramente materialista.

Ainda existem psicólogos, boa parte da Psicologia atual ainda deve muito a Freud, mas algumas das suas ideias, como a inveja do pênis, são vistas, hoje, como uma relíquia arcaica de uma sociedade machista e atrasada, em que as mulheres não podiam gozar nem com homens nem com outras mulheres.

Charles Darwin[editar]

Finalmente, chegamos ao terceiro sábio, o inglês Charles Darwin, que completou a derrubada de Deus, tirando-O da criação do Homem.

Este ainda é considerado um grande sábio, tanto que a maioria dos sites sobre Evolução falam que foi ele quem mais colaborou para esta teoria, mas a sua divinização é coisa do passado, porque a Evolução já havia sido proposta antes dele, e o seu trabalho foi bem incompleto, sendo preciso que outros colaborassem para montar a teoria atual.

Fotografia[editar]

Foto de La Goulue provavelmente por Achille Delmaet, cerca de 1885.

Uma das invenções mais importantes para a Internet foi a da fotografia. Isto porque a fotografia, e a fotografia em movimento (ou seja, o cinema) rapidamente (os primeiros nus fotográficos datam de c.1835), pela Rule 34, foram utilizadas para produzir pornografia, e em uma escala muito mais detalhada e realista do que a pornografia anterior, que era baseada na pintura, escultura e literatura. E sabemos que foi por causa da pornografia e da grande quantidade de dados que precisam circular pela rede para distribuir pornografia que a Internet cresceu (a ainda cresce) tanto. Aliás, talvez até a própria fotografia deva sua popularidade às fotos de nu artístico: a maioria dos 400 estúdios fotográficos que existiam em Paris, em 1860, viviam de vender pornografia.

Ver também[editar]